quinta-feira, agosto 31, 2006

Os 10 Mandamentos do Homem Casado - 6º

6. NÃO MATARÁS O ASSUNTO NEM FALARÁS SÓ DE TI

Não mude de assunto de repente, porque não lhe interessa. Não parta do princípio de que já sabe tudo o que sua mulher tem a dizer. A onisciência é burrice. Agradeça o que não sabe dela, para descobrir aos poucos, devagar, sempre atento. Aparecerá na conversa uma lembrança engraçada, um detalhe caprichoso, uma frase memorável. Num filme, quando se perde um trecho, se volta atrás. No mundo real, é mais difícil repetir uma cena. O lapso sacrifica todo o sentido. Não viva um filme sem nexo, um filme pela metade, ainda mais quando é a sua vida. Ajude sua mulher a enterrar o passado e outros relacionamentos com direito a uma cruz e a um nome. E a ajude a desenterrar o futuro. Outro problema masculino é que falar de si é o assunto preferido. Ouvir? Nem pensar... Um conselho: não repita um trechinho do que ela disse, pois atesta que você não estava escutando. A tática de reiterar a última frase para fingir atenção não funciona mais. É cansativo, para a sua amada, voltar ao ponto de partida, como se nada tivesse existido antes. Ela termina enfastiada com a idéia de reafirmar toda a ladainha. Fingir o entendimento é o mesmo que não ouvir. Cuidado: quando a mulher se irrita calada, não lhe faltam argumentos, ela apenas desistiu de falar.