quinta-feira, junho 21, 2007

Entre o sono e sonho


Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho
Corre um rio sem fim.

Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.

Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.

E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre —
Esse rio sem fim.

Fernando Pessoa

4 comentários:

Blogger Myllana diz que...

Adoro Pessoa ...

Beijão sumida :)

junho 22, 2007 1:49 AM  
Anonymous joão Ratão diz que...

Não tenho sabido de tim,
Mas com tim
Tenho sonhado,
Sem fim

junho 24, 2007 5:14 PM  
Anonymous romanticodapraia diz que...

Minha adorada, já está quase a fazer um ano que nos "conhecemos" e que me apaixonei por ti...
Estás melhor?

Beijos

julho 05, 2007 11:18 AM  
Anonymous zé coice de mula diz que...

Não estou a gostar desta conversa.

julho 06, 2007 2:46 PM  

Postar um comentário

<< voltar