sábado, outubro 07, 2006

Galão

Um miúdo saía com uma rapariga judia e queria casar-se com ela, e para isso precisava da autorização do pai.
Ao chegar a casa dela o pai explicou-lhe:
- "Nós somos judeus e temos uma forma peculiar de fazer as coisas. Se quiseres casar com a minha filha tens que passar uma prova. Tomaesta maçã e volta amanhã."
O tipo saiu alucinado de casa. No dia seguinte voltou.
- "Muito bem, disse o pai, que fizeste com a maçã?"
- "Comi-a. Tinha fome."
O pai replicou: - "Vês! muito mal. Nós judeus descascamos a maçã e com a casca fazemos um delicioso licor.
Partimos em duas e damos metade aos pobres e a outra repartimos com a nossa família.
Metade das sementes vendemos no mercado e a outra metade, quando tivermos mais, plantamos. Já viste como somos?
- “Bom, vou-te dar outra oportunidade. Toma este chouriço e volta amanhã."
O tipo saiu um pouco lixado e voltou no dia seguinte.
- "Então, que fizeste com o chouriço?"
- "Com o fio fiz uns cordões para os meus sapatos, com o chumbinho fiz um pendente para pôr no fio da sua filha. Parti o chouriço a meio, cortei-o em rodelas e metade dei aos pobres e a outra metade reparti com a família"
- "Muito bem! E que fizeste com a pele?"
- "Com a pele fiz um preservativo, mandei uma queca na sua filha e trago-lhe aqui o leite para fazer um galão

1 comentários:

Anonymous ben akhnoun diz que...

äh,.....les juifs.....vers les arabes,.... ca c'est, toujours, la bagarre.....chez nous c'est, toujours, plus facile...on prend la femme et, aprés, ....... [il faut, toujours, laisser l'espace a l'imagination....]

outubro 08, 2006 9:21 AM  

Postar um comentário

<< voltar