domingo, maio 14, 2006



Sou filha da lua e do tempo,
mulher sagrada nas feridas,
que carrega a espada forjada na dor.
A força dos pensamentos é a cura,
a minha vontade, o caminho sem véus
onde vive a parte divina, sem ilusões.
Sou a grande senhora de mim.
Desbravo matas e florestas,
mas vou te buscar no tempo que for.
Tu carregas a lança de cristal,
espantas teus demônios,
mas meu corpo não há de ferir.
Canto meus lamentos num ritmo único,
sou a feiticeira que te persegues,
nem me percebes nos teus sonhos.
Sou levianas tentações,
a água que desejas beber
o alimento que buscas sem saber.

Não quero ser mais refém de sentimento.
Quero pisar por terras onde nunca pude andar,
aprender coisas, mas entender que nada sei.

Ser alguém bem mais que qualquer argumento,
viajar nos veículos que eu mesma criar,
ser mulher além das prisões onde entrei.

Viver, voar, em minha própria plenitude,
não voltar a amar quem fui capaz de inventar.
Quero encontrar o sorriso de quem sempre esperei.

Cíntia Melo

6 comentários:

Anonymous Castro diz que...

Visita o meu blog.

Tenho gajas melhores que as tuas !

Ah pois é !

www.ocantodocirne.blogspot.com

maio 15, 2006 12:35 PM  
Anonymous Anônimo diz que...

Rapaz inteligente, de aspecto agradável e convivência simpatica, apaixonou-se pelo alter-ego ( ou tão cru como o real ) da blogger paxaxita. Pretendo contacto para aprofundamento de razões e conhecimentos de várias naturezas.
Resposta para o DC nº 44763.

p.s. pujante e bem dotado!

:)))

maio 15, 2006 2:16 PM  
Blogger Ima diz que...

"Viver, voar, em minha própria plenitude,
não voltar a amar quem fui capaz de inventar..."

Belo!!!

maio 15, 2006 4:34 PM  
Blogger paxaxita diz que...

Inteligente, agradável, simpático, pujante e bem dotado, és mesmo o meu alter-ego!
Preciso mesmo responder para o DC?

maio 16, 2006 12:17 AM  
Anonymous Anônimo diz que...

Bem, continuando o nosso assunto - não preciso de axe para nada.
Combino, à disponibilidade da cavalheira, sem necessidade de resposta para jornal nenhum.

Telefone? Morada? Restaurante talvez...O e-mail era demasiado...

p.s. eu não faço isto por regra, a paixão dita a regra

maio 16, 2006 2:47 AM  
Blogger paxaxita diz que...

Meu “alter-ego”
De facto a paixão dita a regra e na sua ausência e cumprimento o e-mail nunca é demais.
Vale?

maio 17, 2006 11:31 PM  

Postar um comentário

<< voltar