terça-feira, maio 30, 2006

Carinho

36
Hoje eu acordei com medo
Mas não chorei nem reclamei abrigo
Do escuro, eu via o infinito
Sem presente, passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim
E que não tem fim

Cazuza Frejat
Ás vezes, basta-me o teu carinho

segunda-feira, maio 29, 2006

Tudo é possível

Quer saber como fica o seu nome em Russo?

domingo, maio 28, 2006

Teias



Estava esta Paxaxita tão concentrada na execução dos seus planos empreendedores, na esperança de poder contribuir activamente para o aumento do PIB, e quando já só faltava 1 tonelada de produto, eis que aprece um Lover a denunciar a alma do negócio.
E agora que fazer a tanta teia?
Comecei por dizimar as aranhas, na esperança de cortar o mal pela raiz, mas fiquei em mísero estado e não consegui o objectivo.
Alguém me dá uma sugestão para dar cabo desta?

sábado, maio 27, 2006

Educação Sexual



Vejam que gracinha esse vídeo de educação sexual, da Planned Parenthood, sobre "Como a gravidez acontece", com um pênis e uma vagina falantes!

Os personagens fofíssimos, dão informações bem práticas e importantes e que ainda são um mistério pra garotada. Por exemplo, explicam que ao contrário do que muita gente pensa, a gestação não acontece imediatamente após a a ejaculação, mas pode levar até 6 dias somente para fertilizar o óvulo, que é apenas o começo.

Mrs. Vagina também lembra que "não importa se você está numa cadeira ou na cama, em pé ou de ponta cabeça, se é sua primeira vez ou última..." e mesmo que o homem retire o pênis antes de ejacular, a mulher pode engravidar com o fluido pré-ejaculatório. E ainda acrescenta: "acredite ou não, o pênis nem precisa entrar na vagina", qualquer fluido seminal na vulva, mesmo fora da vagina, pode resultar numa gestação.

O sêmen fica numa espécie de "piscina", na superfície, numa indentação, na parede da vagina, logo abaixo do útero, onde os espermatozóides vão esperar até navegar até o útero, para fertilizar o óvulo. "E não adianta ficar de pé ou pular. Lavar internamente com ducha, pode até empurrar ainda mais o semen para o útero".


Post roubado de: AQUI


Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda.
Sabendo que eras nuvem, depus minha vida em ti.
Como sabia bem tudo isso, e dei-me ao teu destino frágil, fiquei sem poder chorar, quando caí

Cecilia Meirelles

sexta-feira, maio 26, 2006

Burn It Up


feat. Wisin & Yandel

When you roll it
I can't control it
And when you throw it
It's hard to catch it
And when you shake it
I pray you don't break it
And when you drop it
Girl, I cannot take it

quinta-feira, maio 25, 2006

Sensibilidade


Que sensibilidade me sobe
da passada adolescência?
Que agudeza dos sentidos
me perturba a consciência?

Surge do desencanto
um mundo a que me abandono.
Tranqüilo e caricioso
como um sol de Outono.

A cor, a luz, as formas,
sinto-as de coração novo!
Em tudo desconheço
uma experiência que renovo.

Como quem sai
duma longa doença,
deslumbrado e comovido
pela convalescença.

Joao José Cochofel

quarta-feira, maio 24, 2006

I NEED A HEROOOOOO!!!


Bonnie Tyler
As palavras me antecedem e ultrapassam, elas me tentam e me modificam, e se nao tomo cuidado será tarde demais:as coisas serão ditas sem eu as ter dito.
Clarice Lispector

Traduzir-se


Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

Ferreira Gullar

terça-feira, maio 23, 2006

Espectáculo

theforum_210506_michael5news
As fotos aqui e aqui
Madonna apresentou ontem (21) em Los Angeles o seu primeiro espectáculo do Confessions Tour


segunda-feira, maio 22, 2006

Beija eu


Seja eu,
Seja eu,
Deixa que eu seja eu.
E aceita
O que seja seu.
Então deita e aceita eu.

Molha eu,
Seca eu,
Deixa que eu seja o céu
E receba
O que seja seu.
Anoiteça e amanheça eu.

Beija eu,
Beija eu,
Beija eu, me beija.
Deixa
O que seja ser

Então beba e receba
Meu corpo no seu corpo,
Eu no meu corpo.
Deixa,
Eu me deixo
Anoiteça e amanheça
Marisa Monte

domingo, maio 21, 2006

A educação judaico-cristã



Pôs-lhe a língua no ânus e rodou-a, introduziu e tirou; ele de cara na almofada, não sabia se havia de sorrir porque estava a gostar, se gritar, por estar a gostar; gritava um abafado pára, que só a almofada ouvia, e estremecia involuntariamente de prazer. Prazer vicioso, arrependido, culpado. A sua masculinidade estava em jogo, pensava, mas não conseguia deixar de gostar, deixar de querer. A língua dela rodava, acariciava, lambia. Lambia-o e ele enfiava a cara na almofada, pensando que foi assim que a Alemanha perdeu a guerra, que os paneleiros gostam, mas que aquele era o seu corpo e não devia nada a ninguém. Ele era ele e, se gostava, só consigo se tinha de haver. Só consigo tinha de lutar, se fosse esse o caso, o que ainda não decidira. Sentiu-a afastar-se e voltar ao normal e repetitivo broche, aos movimentos ritmados, à mão nos colhões, apertando-os, movendo-os, acariciando-os, e sentiu-se novamente em terreno seguro, em posição de macho, em respeito pela boa tradição.

Garfanho

sábado, maio 20, 2006

Tiques?



Porque é que os homens andam sempre a coçar os tintins?
Alguém me explica?

Vem aí o Verão!



É melhor começar a cuidar da linha.
Comendo
Magnum (grande) light (leve), o seu bumbum parecerá um belo gelado de chocolate!

sexta-feira, maio 19, 2006

Panela do Amor

Estes são os meus resultados

1. You are creative and sensitive. Sometimes ruled by emotions, sometimes by imagination. Sometimes you let feelings get in the way of clear thinking, and often for the better.
2. Sometimes other people seem too slow, so you finish their sentences for them. You are bright and intuitive, with a tendency to stick your neck out too far and getting hurt.
3. Based on the flexibility level of your thumb you are generous and open to suggestions. Flexible and friendly, original at times but willing to cooperate with the right persons. Open to experimentation and exploration.
4. Happy when the center of attention. Like being under the spotlight. Strut your stuff.
5. Both men and women agree that confidence and a sense of humor are very important when seeking a date or soul mate. So whether you are looking for true love or simply dating, a confident smile goes a long way.

We will tell you just how sexy you are in 7 clicks......

Menino com Menina

quinta-feira, maio 18, 2006

Até os comemos


Guo-li-Zhuang é o nome do restaurante em Pequim especializado na confecção de pratos feitos com pénis de burros, bois, focas, etc.
A especialidade da casa é o “HOTPOT” composto de seis variedades de pénis e quatro testículos e ainda, e por encomenda, o pénis do Canadá que custa 220 libras.
Fiquei a pensar se a técnica é igual à usada por nós, quando se capam os porcos, e os animais ficam vivos. Será?
Bem oiço dizer que as chinesinhas são diferentes mas …, isto é que é mesmo come-los
Notícia

O hábito faz o monge


Vamos lá despir as meninas mas devagar, para isso quanto mais ao centro colocar o ratinho melhor

quarta-feira, maio 17, 2006

Homofobia


Nunca é demais lembrar o resultado da intolerância, preconceito e ignorância

Corrida de sacos?

Nããããããããããããããããooooooooo????????

Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmm!!!!!!!!!

BOOOOOOOOOOOLAS!!!!!!!

Um, dois, três... Partidaaaaaaaaaa


terça-feira, maio 16, 2006

Maneater



Nelly Furtado

Terços

Imagem 1
Desenhando em terços

Este pénis crucifixo da artista plástica brasileira Márcia X ( 1959-2005) foi a causa do cancelamento por parte da direcção do Banco do Brasil, da exposição Erótica - Os Sentidos na Arte em Brasília no Centro Cultural do Banco do Brasil e que está a agitar o meio artístico brasileiro.
A direcção do Banco do Brasil cedeu aos 800 e-mail de protesto que recebeu após a inauguração, por parte de um grupo católico, Opus Christi, aos telefonemas da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) para os directores do banco que ameaçaram incluir a questão da obra de Márcia X nos seus sermões. Outros grupos religiosos fizeram ameaças de encerrar contas e promover um boicote ao BB.
Pura coincidência, a semelhança com os cartoons de Maomé? O que separa e o que reúne os radicais islâmicos a estes radicais católicos?

Para assinar a petição, Censura Não, é aqui.

Post roubado a Alice, em Underworld

Publicidade


aiiiiiii
Deve ser por isto que cada vez há mais adeptos dos boxers

domingo, maio 14, 2006



Sou filha da lua e do tempo,
mulher sagrada nas feridas,
que carrega a espada forjada na dor.
A força dos pensamentos é a cura,
a minha vontade, o caminho sem véus
onde vive a parte divina, sem ilusões.
Sou a grande senhora de mim.
Desbravo matas e florestas,
mas vou te buscar no tempo que for.
Tu carregas a lança de cristal,
espantas teus demônios,
mas meu corpo não há de ferir.
Canto meus lamentos num ritmo único,
sou a feiticeira que te persegues,
nem me percebes nos teus sonhos.
Sou levianas tentações,
a água que desejas beber
o alimento que buscas sem saber.

Não quero ser mais refém de sentimento.
Quero pisar por terras onde nunca pude andar,
aprender coisas, mas entender que nada sei.

Ser alguém bem mais que qualquer argumento,
viajar nos veículos que eu mesma criar,
ser mulher além das prisões onde entrei.

Viver, voar, em minha própria plenitude,
não voltar a amar quem fui capaz de inventar.
Quero encontrar o sorriso de quem sempre esperei.

Cíntia Melo

Publicidade

Olaria do Pilas


sábado, maio 13, 2006

Antropofagia

O post da Paxaxita fez-me pensar... ... NO QUE LI:
E surgiu isto:



Sentir fome é ser seduzido pela comida.
Querer sexo é ser seduzido pelo corpo.
A avidez da fome é similar a avidez pelo sexo.
Comer é satisfazer o estômago.
Trepar é satisfazer a alma.
Fazer amor é quase um canibalismo. Lógico.
Sexo e antropofagia são tão próximos, que ambos podem ser definidos
pela mesma expressão: "comer gente".

Roubado intempestivamene DAQUI

Cuidadinho Machos .....


Depois de ler o post da Joana fiquei a pensar …… e não posso deixar de referir aqui alguns alertas, nomeadamente para o canibalismo praticado pelas fêmeas.
Assim, lembrei-me da sucuri fêmea que devora o macho após a lua-de-mel, conforme se pode ver na foto.
Aliás, nessa foto, a sucuri enjoada está a vomitar o parceiro.
As fêmeas de louva-a-deus apresentam o hábito de devorar os machos durante a cópula, onde os parceiros sexuais são decapitados.
Dizem os entendidos que o investimento sexual da fêmea é aplicado integralmente na única cópula, por isso os devoram.
Mas eu, que sou fêmea, não concordo nada com estes comportamentos porque são tão poucos os machos (os bons ainda menos) e fazem tanto jeito.

sexta-feira, maio 12, 2006

Rituais de acasalamento



Golfinhos do Sado
Os machos em exibição sexual elevam o corpo na vertical.
Estes rituais podem ser observados durante todo o ano, uma vez que acasalam por prazer, e com diferentes parceiros.

Existem outras espécies animais que recorrem também a estratégias complexas para se envolverem com a fêmea e cativá-la. Estas estratégias, são aquilo a que chamamos rituais de acasalamento, em que não são só as características físicas que entram em jogo, mas também verdadeiros "malabarismos" de charme (comportamentos padronizados (sempre iguais/semelhantes) com funções muito específicas de acasalamento, que tendem a ser constantes ao longo do tempo em cada espécie).
Estes rituais, complementam assim o que já é dado pela natureza ao animal (as suas características físicas distintas), enriquecendo o processo de corte, sendo verdadeiros anúncios ("publicidade") às suas próprias intenções amorosas (face à fêmea) - relacionais e sexuais.
Um exemplo da complexidade deste processo, é o caso de algumas espécies de aves aquáticas, que no processo de corte, empenham-se numa dança/bailado, onde trocam presentes como por exemplo, plantas aquáticas, reportando para uma situação quase poética, cheia de romantismo aos olhos subjectivos dos humanos.
Estes rituais, para além de terem a função de garantirem a maior probabilidade do acasalamento entre dois seres, têm também a função de fazer com que o acasalamento possa efectuar-se apenas entre membros de uma mesma espécie, no sentido desta poder evoluir com mais sucesso.
Daí a justificação do facto de cada espécie ter o seu padrão específico de rituais, constituindo-se este como um código que passa uma mensagem de desejo de relacionamento sexual aos membros de uma mesma espécie, garantindo assim, a integridade genética da espécie (sendo mais provável que o acasalamento resulte, que seja uma união fértil).
Um exemplo bem conhecido, pode-nos dar a noção do quanto o acasalamento entre espécies resulta muito mais bem sucedido a priori, sendo o contrário evidência de fracasso, como é o caso do acasalamento entre o burro e o cavalo, donde resulta a mula.
De facto, a sexualidade animal, está cheia de mistérios, que o homem procura descobrir, desvendar, e podemo-nos mesmo interrogar: quantas vezes, o que se passa com os animais, não nos faz lembrar o que ocorre também com o ser humano, embora com este, a parte psicológica pareça estar mais implicada nessas coisas do "coração", da sexualidade, mais do que possa parecer, embora o homem seja também ele um animal.

Strip Poker


No programa do Jay Leno, ao vivo, Cindy Crawford tira as cuecas.
Um pouco embaraçado, ele disse que foi a coisa mais fantástica que tinha feito no programa. Pois atão ….
Bem tentou ficar com a cuequinha mas não conseguiu.
Depois de ver e rever as imagens fiquei na dúvida se foi sorte ao jogo ou batota.
Queres ver ?

Se .......


se todas as palavras forem gestos,
e todos os gestos, corpo e alma,
e todo corpo e alma for delírio,
e todo delírio, gozo
e todo gozo, for abismo
e todo abismo, nossa natureza,
e toda natureza for palavras,

e todas as palavras novamente gestos
e todos os gestos, canções,
e todas as canções, amor,
e todo o amor for vida,
e toda vida um suspiro,
e todos os suspiros, sentimento,
e todo sentimento um poema,
como este que pode não acabar,
aí então, tudo terá valido a pena.

silvia chueire

quinta-feira, maio 11, 2006

(Im) perfeição



Seria perfeito o traço da curva no papel,
se não houvesse por trás do compasso,
a mão imperfeita do homem.

Qual a beleza da perfeição?
Que beleza há na ausência absoluta
de ansiedade e história?

O rigor não me seduz.
Antes as mãos trêmulas,
o coração a baralhar na boca as palavras.

A precisão completa,
à qual nada seria complementar,
esta exatidão sem finalidades,
não me emociona.

O que mais nos moverá,
afora a vida, ela própria?
Qual a exatidão da vida?

Movo-me na existência curta
que me cabe,
num andar trôpego de afetos.

Meu trajeto longe de ser perfeito,
é um labirinto .
Não o pretendo exato no traçado.
Quero-o pleno nos significados.

Silvia Chueire

quarta-feira, maio 10, 2006

Socorro


socorro, eu não estou sentindo nada.
nem medo, nem calor, nem fogo,
n ão vai dar mais pra chorar
nem pra rir.

socorro, alguma alma, mesmo que penada,
me empreste suas penas.
já não sinto amor nem dor,
já não sinto nada.

socorro, alguém me dê um coração,
que esse já não bate nem apanha.
por favor, uma emoção pequena,
qualquer coisa que se sinta,
tem tantos sentimentos,
deve ter algum que sirva.

socorro, alguma rua que me dê sentido,
em qualquer cruzamento,
acostamento, encruzilhada,
socorro, eu já não sinto nada.

Alice Ruiz

Virtual

Nu462
sempre tão perto de você
e há tanto tempo sem te ver
sinto você no vento
vejo você por dentro
e eu sem você
o pensamento faz sentir
pode criar e destruir
pesadelo medonho
ou inventar um sonho
para seguir
segui tanto sonho até acreditar
no instante maior que essa vida fugaz
te ver é vertigem, pensar é miragem
se o tempo parasse guardava essa imagem
mas ele acabou de passar
se existiu eu já não sei
se foi real ou viajei
se foi o meu desejo
que viu e eu não vejo
eu te inventei
sempre tão perto de você...
Zé Miguel Wisnik e Alice Ruiz

terça-feira, maio 09, 2006

Eternamente Primavera

Sempre cheguei tarde
ou cedo demais.
Não vi a felicidade acontecer.
Nunca floresceram
em minha primavera
as rosas que sonhei colher.
Mas sempre os passarinhos
cantaram e fizeram ninhos
pelos beirais
do meu viver.”
Helena Kolody

segunda-feira, maio 08, 2006



o amor com a boca nos seios
a puxá-los levemente com os dentes.
o amor segurando-lhe as ancas,
da-te-me para sempre, diz.

fode-me, diz-lhe o amor.

as bocas numa só,
as coxas a envolverem o corpo do amor,
o corpo que se sustém em vertical
e se inclina a oferecer-lhe os seios
-para sempre -

amo-te,
fode-me amor, diz a mulher.

é quando nasce a rosa irisada
no ventre, no sexo da mulher.
o silêncio do gozo, do vôo,
no ventre, no pênis do homem.


silvia chueire

Touro



TOURO (20 Abr. - 20 Mai.)

Palavras chave: estável, concretizador, teimoso

HUMOR
Amor numa cabana? Só se for de 5 ESTRELAS.

Autocolantes no automóvel de um touro

a) "Motel Faraós"
b) "Restaurante Bom-de-Garfo"
c) "Não tenho tudo que amo, mas é uma questão de tempo e paciência"
d) "O MEU outro carro também é MEU"
e) "Não me siga, vou seguir este caminho até o fim"
f) "Consulte sempre um guia gastronómico"

P: Quantas pessoas do signo Touro são necessárias para mudar uma lâmpada?
R: Nenhuma, os Touros não gostam de mudar nada.

As reacções de um touro numa situação imprevista à saída do trabalho:
Numa 6ª feira, à saída de uma fábrica às 17:00, depois de um dia muito duro, várias pessoas estão a sair do trabalho para voltar às suas casas, mas encontram o portão da fábrica ainda fechado, sem nenhuma explicação aparente...

Como reagiria um nativo de Touro em frente do tal portão fechado?
(afasta lentamente o exaltado Carneiro) Espera... Vamos verificar... está mesmo fechado?... Tens a certeza?... Deixa-me dar uma olhadela... (mexe... mexe... mexe... empurra... empurra... mexe... mexe...) Pois..., parece que está mesmo fechado...

O que faz um nativo de Touro quando come um chocolate?
Touro tem tendência para comprar duas caixas e deixar para si, apenas os de laranja.

Preliminares para o Touro:
Touro começa e continua, continua, continua…

Os beijos do Touro:
Os seus beijos permanecem; são deliberados, sentidos e podem durar e durar e durar…

A paixão do Touro:
Touro tem tendência para massajar o parceiro lenta e sensualmente.

A frase de engate do Touro:
Tinha de vir falar consigo. A doçura é o meu ponto fraco.

domingo, maio 07, 2006

Red Passion

Vamu dançá?

sexta-feira, maio 05, 2006

Não há fitas...



Garçon! Un Martini, s'il vous plaît!

quarta-feira, maio 03, 2006

Os genes da traição


Nos últimos tempos, uma série de explicações biológicas tem aparecido para justificar a infidelidade. Um livro recém lançado nos Estados Unidos defende a tese de que a traição, seja entre humanos, pássaros e até pulgas, é regra. Na natureza, a monogamia é rara. O Mito da Monogamia: Fidelidade e Infidelidade em Animais e Humanos, escrito pelo zoólogo e psicólogo David P. Barash e pela psiquiatra Judith Eve Lipton, diz que até mesmo os cisnes são infiéis.

Outra tese polémica é a do médico Stephen Emlen, da Universidade Cornell. Emlen afirma que nove entre dez mamíferos são infiéis. "A verdadeira monogamia é muito rara", diz. Segundo ele, há dois tipos de monogamia: a genética e a social. No primeiro caso, a fidelidade é uma excepção. Segundo Emlen, apenas uma espécie de macaco é fiel. No caso da monogamia social, o casal está junto com um objectivo definido: criar os filhos. É uma decisão deliberada dos parceiros. Especialistas acreditam que a fidelidade se mantém graças ao mito de que espécies cujas proles foram criadas por pais casados vivem melhor. Seria uma justificativa da monogamia humana.

O professor Tim Spector, investigador do Hospital St. Thomas's em Londres, estudou duplas de mulheres gémeas e afirma que se uma delas tivesse um histórico de infidelidade, as chances de a irmã apresentar o mesmo comportamento seriam de 55%, maior do que a média de mulheres que traem seus parceiros que é de 23%. Ele também relata que a infidelidade não é somente regulada pelos genes, mas também é influenciada pelo comportamento social: como desejo de aventura ou outras necessidades relacionadas com a personalidade.

Outro estudo científico publicado pela revista britânica “Nature”, afirma que alterando-se um único gene pode-se regular o comportamento notoriamente promíscuo de roedores em companheiros fiéis e monogâmicos. O gene controla a produção da proteína receptor de vasopressina, presente naturalmente em maior quantidade em um tipo semelhante de roedor (Microtus ochrogaster), que é monogâmico. A proteína regula o comportamento social e a formação de pares. A concentração maior é localizada em uma região frontal do cérebro envolvida na sensação de recompensa e no desenvolvimento de compulsões.

Não sabemos porém se no ser humano também funciona assim, pois o comportamento sexual e sentimental humano é moldado pela interacção entre complexos factores ambientais e culturais com não apenas um, mas possivelmente diversos genes.

segunda-feira, maio 01, 2006

Hey! Let's dance!